- Notícias

Quando usar Mim ou Me. Como escreve?

· Vim te ver, pois ME preocupei com você. (Me, vem acompanhado do verbo procurar)
· Amanhã você ME fala o que faremos no sábado. (Me, vem acompanhado do verbo)
· Gosto de ME arrumar antes de sair. (Me, vem acompanhado do verbo arrumar)

“ME” se trata de um pronome pessoal oblíquo átono, e observando , pode-se ver nos exemplos, que está sempre acompanhado de um verbo, esta é a principal característica que o diferencia na hora de “MIM”, que é um pronome pessoal oblíquo tônico que ao invés de verbos, é sempre acompanhado de preposições.

Alguns exemplos de como usar o pronome “mim”, também podem ajudar.
· Você pode pegar essa caneta para MIM? (Mim, vem acompanhado da preposição)
· A sua irmã disse que gostava de MIM. (Mim, vem acompanhado da preposição)
· Passe na casa dele amanhã, é um favor que você faz a MIM. (Mim, vem acompanhado da preposição “a”)

Desse modo, quando usar Mim ou Me, é só lembrar que MIM não conjuga verbo e por isso, deverá estar acompanhado de preposições (a, até, com, contra, de, em, entre, para, por, sem, sob, sobre,), sendo indicado sempre como um objeto indireto.

Além de “mim”, os pronomes: comigo, ti, contigo, ele, ela, si, nós, conosco, vós, convosco, eles, elas, si, também são pronomes pessoais oblíquos tônicos.

Já o pronome ME, conjuga verbo, por isso está sempre acompanhado de um, além de poder ser indicado tanto como objeto direto quanto como objeto indireto. Além de “me”, os pronomes: me, te, o, a, se, lhe, nos, vos, os, as, se, lhes, também são pronomes pessoais oblíquos átomos.

—————————————————— (*) ————————————————-

Me e mim. Quando usar?
Listamos a definição e formas de uso de cada um destes pronomes.
ME é pronome oblíquo átono, utilizado sem preposição.
Já o MIM é um pronome oblíquo tônico e sempre vem seguido de preposição.

ME
» É pronome oblíquo átono: Isso quer dizer que tem a pronúncia mais fraca
» Marca a 1ª pessoa do singular: eu
» É usado sem preposição: Ou seja, completa o sentido de um verbo sem o auxílio de uma preposição, seja ele qual for

Exemplos:
José me ofereceu uma carona.
[e não: *mim* ofereceu]

Os alunos sempre me respeitaram.
[e não: *mim* respeitaram]

Ele disse que me adicionou.
[e não: *mim* adicionou]

Percebe que não há preposições nas frases acima?

MIM
» É pronome oblíquo tônico: Isso quer dizer que tem a pronúncia mais forte
» Também marca a 1ª pessoa do singular: eu
» Vem sempre seguido de preposição: a, para, de, sem, por…

Exemplos:
José ofereceu carona a mim.
Disseram a mim toda a verdade.
Mandou uma carta para mim.

Notou as preposições? Pronto, agora você sabe como e quando empregar me e mim!

About WebMaster Core2

Read All Posts By WebMaster Core2